Yoshiya Takaoka

1909 - 1978

Pintor, caricaturista, cenógrafo, redator, Yoshiya Takaoka (Tóquio, Japão 1909 - São Paulo SP 1978) aprende pintura com Shin Kurihara, em Tóquio (Japão), entre 1921 e 1925. Em 1925, vem com a família para o Brasil, instalando-se em Cafelândia (São Paulo), para trabalhar na lavoura de café. De 1926 a 1929, cursa a Escola Profissional Masculina, juntamente com Tomioka, Handa e Tamaki.

 

 Em São Paulo, convive com pintores do Grupo Santa Helena a partir de 1931. Em 1935, forma o Grupo Seibi, constituído por artistas plásticos de origem japonesa, além de aperfeiçoar sua pintura com Bruno Lechoswky, integrando-se ao Núcleo Bernardelli ao lado de Pancetti, Dacosta, Edson Motta, entre outros. Entre 1948 e 1949, participa da formação do Grupo15, com Tomoo Handa, Tamaki, Flávio-Shiró e outros. De 1950 a 1959, integra o Grupo Guanabara em São Paulo.

 

 Entre 1952 e 1954, vai para Paris (França), onde freqüenta a Académie de la Grande Chaumière e o curso Leonardo da Vinci, no qual estuda a técnica de mosaico com Gino Severini. Entre as exposições de que participa, destacam-se: 4º Salão do Núcleo Bernardelli, na Sede do Grupo, Rio de Janeiro, 1935; 44º Salão Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, 1938 - medalha de prata; 1ª Exposição de Auto-Retratos, no MNBA, Rio de Janeiro, 1944; Salão Paulista de Belas Artes, São Paulo, várias edições entre 1946 e 1971; 1ª e 5ª Bienal Internacional de São Paulo, 1951 e 1959; Grupo Seibi - Grupo do Santa Helena: década de 35 a 45, no MAB/Faap, São Paulo, 1977.

 

 Após a sua morte, sua obra participa de várias mostras: Yoshiya Takaoka: retrospectiva, no Masp, São Paulo, 1980; Tradição e Ruptura: síntese de arte e cultura brasileiras, na Fundação Bienal de São Paulo, 1984; Iconografia Paulistana em Coleções Particulares, no Museu da Casa Brasileira, São Paulo, 1998.


Outros Pintores Modernos